Mão de obra de apenados pode ajudar na fabricação de manilhas e bloquetes em Candeias do Jamari Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Mão de obra de apenados pode ajudar na fabricação de manilhas e bloquetes em Candeias do Jamari

A Prefeitura de Candeias do Jamari busca parceria com a Secretaria de Estado de Justiça (SEJUS), visando a contratação da mão de obra de apenados para trabalhar na fabricação de bloquetes e manilhas, assunto discutido entre o prefeito Lucivaldo Fabrício, os vereadores Marcos da Hora, Edcarlos dos Santos e Ozeias Millennium e a coordenação da SEJUS, durante reunião na Secretaria.

O prefeito Lucivaldo e os veradores foram recebidos pelo coordenador do sistema prisional da SEJUS, Célio Luiz de Lima, que ressaltou a importância da utilização da mão de obra apenada como forma de reintegração social, o que interessou aos representantes da administração pública, sendo explicado ainda sobre os critérios, os procedimentos e as vantagens para firmar a parceria por meio do Termo de Cooperação.

O projeto conta com total apoio ainda do Conselho da Comunidade, o Centro de Ressocialização da SEJUS, Poder Judiciário e Ministério Público da comarca de Candeias do Jamari. “Vamos estreitar os laços entre os representantes da administração pública de Candeias, criando assim novas oportunidades de inserir os detentos do sistema prisional ao convívio social”, ressalta Marcos da Hora.

Para o prefeito Lucivaldo, o aproveitamento da mão de obra é de suma importância e uma resposta para a população, haja vista o investimento para manter os internos em cárcere e o trabalho servir como retribuição, pois retira o interno da cela e o mantém na ativa, tornando assim um trabalhador produtivo e profissionalizante. “Têm muitos detentos capacitados, prontos para entrar no mercado de trabalho”, finalizou o prefeito.

Ler 283 vezes