Nota oficial sobre visita conturbada dos vereadores à sede da Prefeitura Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Nota oficial sobre visita conturbada dos vereadores à sede da Prefeitura

Na manhã desta quarta-feira (23), um grupo de vereadores visitou a sede da Prefeitura de Candeias do Jamari, onde ocorreu uma acalorada discussão com servidores e chefes de setores, onde os parlamentares reclamaram do atendimento, “onde só havia dois funcionários para o atendimento do setor de arrecadação e que toda a vez era isso”, disse um deles.

Em um determinado momento, em um vídeo que está circulando em grupos de mensagens, um homem que estava acompanhando os vereadores disse que “os fiscais de obras da Prefeitura ficam apenas nos gabinetes e que as obras eram lá fora. Na minha rua, Francisco Furtado, está ocorrendo uma obra de ‘encanamento’, onde fizeram as duas pontas, metade do encanamento e as duas pontas não. Cadê a fiscalização? Tá aqui dentro”, afirmou a pessoa.

A Prefeitura de Candeias do Jamari, por meio do prefeito Luís Ikenohuchi, informa que no mês de janeiro, por conta de pedidos de férias, todas as equipes das secretarias ficam reduzidas. Ainda quarta-feira (23), houve um problema pontual com a internet no prédio visitado, onde o sistema que gera taxas e documentos realmente ficou lento e refletiu em um atendimento um pouco lento, mas que esse fato não é recorrente.

Também está funcionando de forma improvisada o setor de recadastramento do Bolsa Família, ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), o que causa uma sobrecarga de serviços e aumento da presença de usuários no local.

O prefeito também informa que já está em estudo a possibilidade da mudança para um prédio maior, já que esta atual sede da Prefeitura de Candeias não atende mais a capacidade crescente da população, mas que isso será feito de maneira transparente e que não cause impactos aos cofres públicos.

Por fim, Luís Ikenohuchi lamenta a reação exagerada de alguns vereadores que se exaltaram por terem tomado conhecimento de que a Prefeitura move sindicâncias por pessoas próximas a eles por condutas incompatíveis e inapropriadas ao ordenamento jurídico municipal.

O constrangimento foi tão imenso, que os assédios morais provocados por parte dos vereadores a alguns servidores ali presentes, foram relatados de maneira oficial e estão sob análise da equipe jurídica para as providências cabíveis.

 

Luís Ikenohuchi

Prefeito de Candeias do Jamari.

Ler 1305 vezes